Você já ouviu falar em neutropenia? Sabe o que são neutrófilos? Entenda a sua importância.

Atualizado: Jun 16



Você já ouviu falar em neutropenia? Sabe o que são neutrófilos? Entende a sua importância?

Os neutrófilos são glóbulos brancos (leucócitos), cuja contagem pode ser realizada pelo Hemograma e são a primeira linha de defesa do organismo contra agentes infecciosos.


Sua contagem normal pode variar entre 1.500 células por mm³ de sangue a 7.000/mm³.

Chamamos de neutropênicos (baixa contagem de neutrófilos), os indivíduos com contagem inferior a 1.500/mm³. Em algumas fontes da literatura, encontramos o valor de 1.700/mm³, isso porque o número de neutrófilos circulantes varia de acordo com a origem étnica da população.


Existem várias causas de neutropenia, que podem ser divididas em adquiridas e congênitas.


As causa adquiridas, mais comuns, podem se surgir em qualquer idade.

Algumas doenças da medula óssea podem levar a redução da produção dessas células, como a anemia aplásica, as leucemias e a síndrome mielodisplásica. O uso de drogas ilícitas, como a cocaína, infecções virais e doenças autoimunes também podem levar à neutropenia.

Além disso, a baixa contagem de neutrófilos pode ser secundário ao uso de medicamentos comuns (antitireoidianos, dipirona, anticonvulsivantes e até mesmo anti hipertensivos) e quimioterápicos.


As doenças que levam congênitas são menos frequentes.

A neutropenia congênita grave representa um grupo de doenças, de caráter hereditário, em que a criança pode apresentar manifestações clínicas desde o nascimento. 

Outras doenças, como a neutropenia cíclica e a glicogenose Ib são doenças raras e também são responsáveis pela baixa contagem de neutrófilos. 


De maneira geral, há uma relação direta entre a baixa contagem de neutrófilos e o risco de infecções, ou seja, quanto menor o número de neutrófilos, maior o risco de infecções. No entanto, essa é uma regra com exceções. Existem algumas doenças em que há uma redução mais expressiva da contagem de neutrófilos, podendo chegar a menos de 500/mm³, com baixa incidência de infecções.


 As infecções mais comuns são sinusites e infecções de pele, mas outras infecções mais graves também podem ocorrer, como pneumonias e até sepse podendo levar até a morte.  

Há certa escassez de pesquisas no país para compreendermos quais são as principais doenças relacionadas à neutropenia na nossa população. Por isso, estabelecer o diagnóstico da doença pode ser desafiador e a causa da neutropenia pode, muitas vezes, permanecer oculta.

0 visualização
Você pode ser a

diferença

na vida de alguém!

Procure o Hemocentro mais próximo da sua casa.

Seja um doador de sangue

Rua Domingos de Morais, 2781

14º andar
Vila Mariana - São Paulo/SP
04035-001

© 2020 por CERQUEIRA HEMATOLOGIA em parceria com Anderson Cruz